Ouvidoria

CANAL CRIADO PARA CONHECER SUA OPINIÃO SOBRE NOSSOS SERVIÇOS E BENEFÍCIOS,
BUSCANDO SEMPRE A MELHORIA CONTÍNUA

Central de Atendimento

relacionamento@divicom.com.br
4003-6333

Atendimento CAASP

relacionamento@divicom.com.br
4003-6100

Central de vendas

vendas@divicom.com.br
4003-7980


Para que serve a Ouvidoria?

Ouvidoria é um elo entre a Divicom e seus clientes. É um canal independente e imparcial, com a responsabilidade de assegurar observância dos direitos e deveres de seus clientes e atuar como canal de comunicação, inclusive na mediação de conflitos. A partir da análise destas demandas, a Ouvidoria também pode recomendar alterações nos processos da empresa, com o objetivo de aprimorar o atendimento ao cliente. A Ouvidoria assegura o direito à livre expressão, estimulando o diálogo e zelando pelo cumprimento dos direitos dos clientes.

Quem pode falar com a Ouvidoria?

Todos os clientes que se relacionam com o Divicom Administradora, indiscriminadamente.

Quais assuntos devem ser encaminhados à Ouvidoria?

A Ouvidoria acolhe comentários, elogios, sugestões e reclamações de assuntos diversos, referente aos serviços prestados pela Divicom. A Ouvidoria não substitui a relação "empresa e consumidor", que se origina da prestação de serviços do Divicom e deve ser mantida com a Central de Atendimento ao Cliente.

Qual é o canal de acesso à Ouvidoria?

Para entrar em contato com a Ouvidoria, envie uma mensagem utilizando o formulário acima, ou envie e-mail para ouvidoria@divicom.com.br.

Como a Ouvidoria atua?

A Ouvidoria faz a apuração de todas as questões que recebe, encaminha para as áreas responsáveis, cobrando soluções e respondendo ao cliente dentro de um prazo previamente estabelecido, apresentando a solução apropriada para concluir a demanda. Quando isso não for possível, um novo prazo é negociado.

A Ouvidoria toma as decisões isoladamente?

Não. A Ouvidoria representa e defende o cliente dentro da empresa e, com o grupo executivo do Divicom, avalia as questões para que as decisões sejam tomadas. Lembramos que as avaliações realizadas levam em conta, acima de tudo, os direitos dos cidadãos.